Portugal em Nova Iorque e Chicago

A programação reúne nomes do catálogo CF sediados nas duas cidades americanas e conta com a participação de músicos lusitanos. O Red Trio (Rodrigo Pinheiro, Hernâni Faustino, Gabriel Ferrandini) repete apresentações nas duas metrópoles, uma delas com o trompetista Nate Wooley como convidado especial, João Lobo e Gonçalo Almeida juntam-se aos italianos Giovanni Di Domenico e Daniele Martini para uma actuação dos Tetterapadequ na Grande Maçã, e Luís Lopes vai à Cidade do Vento para tocar com Josh Abrams e Jeb Bishop.
Os cartazes são de luxo. O projecto Hufflignon do saxofonista canadiano Peter Van Huffel e da cantora belga Sophie Tassignon tem honras de abertura do Clean Feed Fest New York a 7 de Maio, com Samuel Blaser (trombone) e Michael Bates (contrabaixo). De seguida, o tenor brasileiro Ivo Perelman sobe ao palco com um par de cordofones, o violoncelo de Daniel Levin e o contrabaixo de Reuben Radding, tendo o Red Trio e Wooley a responsabilidade de fechar o serão. A 8, é Blaser quem lidera o quarteto Pieces of Old Sky, com Todd Neufeld na guitarra, o contrabaixista Eivind Opsvik e Billy Mintz segurando as baquetas. O alinhamento continua com o Marty Ehrlich Rites Quartet, juntando-se ao saxofone alto do líder o trompetista James Zollar, o violoncelista Erik Friedlander e Michael Sarin na bateria. Logo a seguir, a primeira formação em nome próprio de Tom Rainey, num concerto aguardado com muita expectativa que inclui, para além do baterista, a guitarrista Mary Halvorson e a saxofonista de origem alemã Ingrid Laubrock. No dia 9, abrem os Tetterapadequ, continuando a sessão com os Apparitions de Tony Malaby (saxofones tenor e soprano) com Sean Conly no contrabaixo e a dupla percussiva Tom Rainey e Satoshi Takeishi.
O Clean Feed Fest Chicago arranca a 14 com duplos “sets”. O da tarde inclui o Keefe Jackson Trio, com o próprio em sax tenor e clarinete baixo, Jeb Bishop em trombone e Jason Roebke no contrabaixo, e um combo formado pela pianista Kris Davis com Tyshawn Sorey na bateria e Ingrid Laubrock no saxofone tenor. No da noite, Luís Lopes encontra-se com o contrabaixista Josh Abrams e o repetente Jeb Bishop, passando-se depois para os Herculaneum do baterista Dylan Ryan com Nick Broste (trombone), Patrick Newberry (trompete), Nate Lepine (saxofone tenor, flauta), David McDonnell (saxofone alto) e Greg Danek (contrabaixo). A festa prossegue a 15 com os Memorize the Sky de Matt Bauder (sax tenor, clarinete), Zach Wallace (contrabaixo) e Aaron Siegel (bateria, vibrafone) e com os Mi3 de Pandelis Karayorgis (piano), Nate McBride (contrabaixo) e Curt Newton (bateria), e depois do jantar e de nova mudança de cenário, com o Red Trio mais um convidado ainda desconhecido na altura do fecho desta edição, e com os Locksmith Isidore do clarinetista baixo Jason Stein, apoiado pela secção rítmica de Jason Roebke e do bateria Mike Pride. A Clean Feed espeta mais fundo a sua bandeira por terras americanas.